Espetáculo Flores Amarelas aborda identidade de gênero sobre a ótica materna

A foto de Sebastião Salgado “Trabalhadores de Cacau” e “ Terra dos Sem Fim”, de Jorge Amado é o ponto de partida de FLORES AMARELAS, espetáculo que aborda a identidade de gênero pelo olhar materno, colocando em questão o amor da família por um filho transgênero, e que estará em cartaz no Teatro Municipal de Santo André no dia 09 de julho, domingo próximo, às 19h.

FLORES AMARELAS, com direção de Claudia Jordão promove uma festa em homenagem aos santos da Bahia para celebrar a boa colheita do cacau. No centro da montagem, a celebração dá lugar às fazendas, às histórias e aos segredos que permeiam a vida dos personagens. À medida que a semente floresce revelam-se para o público as músicas – executadas ao vivo – e sua poesia, as graças e desgraças dos “causos” do povoado, as dores do preconceito e a revelação da história de Davi, um homem pobre, nordestino, trabalhador braçal e trans, que encontra na terra do cacau a esperança – e também as dificuldades – de viver plenamente a sua individualidade.

O espetáculo foi contemplado pelo edital PROAC – Manifestações Culturais com Temática LGBT/2015 e pelo Prêmio Funarte de Teatro Myriam Muniz, na categoria montagem. Foi premiado pelo Edital Funarte Cena Aberta 2016 e ainda no mesmo ano, foi indicado na Categoria Especial do Prêmio FEMSA Coca-Cola, pela abordagem poética e delicada do tema da identidade de gênero, e eleito por voto popular como melhor espetáculo jovem de 2016, pelo site Pecinha é a Vovozinha!

Depois de mais de 50 apresentações, o espetáculo retorna aos palcos do ABC, para realizar sua última apresentação do ano no Teatro Municipal Clara Nunes, de Diadema, e compartilhar com o público uma das mais bonitas histórias de amor.

SOBRE A CIA DO FLORES

A Cia do Flores, de São Bernardo do Campo, é um coletivo teatral, que busca pensar, praticar e agir, o cenário histórico social, utilizando o teatro como ferramenta para provocar o ser humano, a buscar diálogos mais críticos e a fazer cada vez mais perguntas, acerca do momento em que vive. Flores Amarelas é o primeiro trabalho do grupo.

FICHA TÉCNICA

Dramaturgia e Direção – Claudia Jordão. Elenco – Alef Barros, Alessandra Moreira, Fran Rocha, Josy Santana, Lucas Vedovoto, Osni Rossi. Direção Musical – Bruno Cordeiro. Preparação Vocal – Bruno Cordeiro e  Filipe Baltha. Composição Musical – Alef Barros. Arranjos – Fran Rocha. Figurino – Josy Santana. Cenário – Mauro Martorelli. Concepção e Operação de Luz – Claudia Jordão. Maquiagem e Cabelo – Cia do Flores. Produção – Cia do Flores.

SERVIÇO:

FLORES AMARELAS – 06 de dezembro – quarta-feira – 20h – Teatro Municipal Clara Nunes. Praça da Moça s/nº – centro – Diadema/SP. Recomendação etária – 10 anos. Duração – 60 minutos. Ingressos – R$ 20,00 e R$ 10,00 (meia-entrada). Ingressos antecipados com valor de meia-entrada serão vendidos no dia do espetáculo, das 15h às 18h.