“Ganhamos um campeonato”, Márcio Ribeiro, técnico do Água Santa

Depois do trágico dia em que o estádio Distrital Inamar desmorona, e muitos negativistas se posicionam de má fé. Uma frase positiva mostra que há algo positivo, basta ver com um olhar mais humano

Elias Lubaque / elias@jornaldiademanews.com.br

Foi essa a frase do técnico do Água Santa, Márcio Ribeiro, ao ser perguntado pelo repórter do Diadema News, se podia ter algo positivo nesse momento em que passa o time. “Ganhamos um campeonato”.

Quando se expressou com essa frase, Márcio Ribeiro, quis mostrar que podia ter sido uma tragédia de verdade, muito pior, das quais muitas pessoas, mais de trinta famílias poderiam ter perdido suas vidas. “Imaginamos se essa arquibancada tivesse caído para trás. Nesse exato momentos estaríamos chorando pelas vítimas, por isso com a queda da arquibancada da forma que ocorreu, acredito que ganhamos sim, um campeonato”, Márcio Ribeiro.

Ninguém ficou ferido gravemente, duas pessoas sofreram lesões superficiais e já foram liberadas do hospital do Serraria. Agora entre os maiores problemas do Esporte Clube Água Santa, será entregar o estádio até o dia 15 de dezembro em perfeitas condições.

Confiante no trabalho da diretoria, Marcio acredita que tudo será realizado em tempo hábil. ele confirmou mais de 20 contratações que já foram feitas e para semana terá mais uma. E com toda essa confusão ele têm certeza que estará em uma posição muito boa no campeonato paulista de 2016. “Estamos trabalhando muito e com seriedade, acredito que estaremos entre os oito primeiros colocado no final da competição”, completa Márcio Ribeiro.

Moradores no entorno do estádio que tiveram suas casas bloqueadas pela Defesa Civil, por correrem risco, terão todo o respaldo do clube. Hotel, apartamentos e casas estão sendo providenciados para que essas famílias tenham um lugar para ficarem, até a solução por completa da situação. Especialistas, engenheiro e a Defesa Civil é que vão decidir o que será feito com a área. “Nós estamos prontos para dar toda condição aos que tiverem que sair de suas residências, já direcionamos um diretor do Clube para acompanhar, e se Deus quiser tudo será resolvido”, Paulo Sirqueira, presidente do Água Santa.