Igreja Bola de Neve inaugura grafite da Parábola do Semeador

Ao reunir a arte urbana com a mensagem bíblica em muro da unidade Praça da Moça, a Igreja vê também uma oportunidade de inibir pichações. Comemoração também teve atividades esportivas de várias modalidades

Por Marina Costa 

A primeira célula da Igreja Bola de Neve em Diadema foi inaugurada em 2010. Sete anos depois, com mais de 50 unidades presentes em toda a cidade, a Igreja comemorou seu aniversário no mês passado, por meio de eventos que contaram com manifestações esportivas, como campeonatos de skate, basquete e demonstrações de jiu-jitsu, e artísticas, como apresentações de bandas e artistas urbanos da cidade. Uma delas é a representação, feita pelo grafiteiro Pixote Mushi, da “Parábola do Semeador” no mural externo da Igreja. “Vimos a oportunidade de expressar arte urbana usando a mensagem bíblica, inibindo também a pichação”, diz Marcelo Mendes, diácono da igreja.

Ele também explica que a escolha da parábola como inspiração da arte feita no muro, que pode ser lido tanto da esquerda para a direita, quanto pelo lado inverso, formando uma arte única no encontro dos dois sentidos, se deu pela história que ela conta: “Na parábola do semeador, a palavra de Deus está em diversos tipos de terreno”. O mural, que tem 69 metros quadrados de extensão, é o maior da região que contempla uma arte única. “Sempre tive no meu trabalho o compromisso de levar uma mensagem. Foi impressionante ver como a arte atingia pessoas de todas as idades, que se identificavam e eram edificadas ao entender o contexto. Simplesmente surreal”, conta Pixote, que considerou o convite como uma “grande responsabilidade”. “As artes dentro e fora das igrejas devem ser estimuladas, e a Bola de Neve tem essa característica em seu DNA”, diz