Márcio França faz duras criticas aos políticos em encontro na cidade

Célio Boi, Marcos Michels, Márcio França, discursando e de chapéu, Aldo Rebelo

Na inauguração da nova sede do PSB na noite de ontem (05), em Diadema, o vice-governador Márcio França discursou em cima da corrupção e os maus políticos, e os classificou como [pilantras]

Elias Lubaque

Na presença de todos que já se elegeram vereadores pelo Partido Socialista Brasileiro (PSB) na cidade em toda a história, e que receberam placas com suas fotos em homenagem. Vereadores eleitos por outras cidades, vereadores de outros partidos em Diadema, secretários municipais, o presidente da Câmara Municipal e do PSB na cidade, Marcos Michels. Marcio França começou seu discurso dizendo: “O Brasil é grande e que mesmo sendo roubado está entre as 10 potencias do mundo e vamos lutar para sair desta situação”. E assim o vice-governador foi ovacionado por uma multidão que também foi prestigiar um trabalho de anos do PSB. “Todos os dias vemos uma confusão na política. É dólar, é roubo, é mala de dinheiro em apartamento e tantas outras coisas. Isso tudo revolta a gente. Mas isso não é política, isso é picareta disfarçado de político [pilantras]. Mas não vamos dar uma solução ao Brasil se não for através da politica, vamos construir com a política. Tem muita gente boa ai querendo fazer um bom trabalho na política, então abrem espaços para o Marcos Michels ser candidato a deputado estadual, Célio Boi ser candidato a federal, deem espaços”, disse o vice-governador.

O vice-governador também não perdeu a chance de cutucar o prefeito de São Paulo, João Dória (PSDB). Lembrou a estratégia que fez na campanha dizendo que não era político, mas no dia seguinte ao vencer, começa a fazer politica. “Eu sempre quis ser político e me orgulho disso, sempre me elegi sendo político. É ruim quado a pessoa se elege dizendo o seguinte: eu me elejo porque não sou político, então mereço seu voto. Ai no dia que a pessoa se elege, ela passa a ser político, não adianta falar isso, tem que ter vocação”. Márcio França ainda disse que o convite para ir para o PSDB não passou de uma brincadeira do prefeito João Dória e que ele devolveu a brincadeira dizendo que o governador Geraldo Alckmin também poderia ir para o PSB para disputar a presidência.

Com referência aos nove meses que permanecerá à frente do governo do estado, quando Geraldo Alckmin renunciará para disputar a presidência, o vice-governador Marcio França disse que tem muito para se fazer e pode fazer. “Eu respeito o jeito do PSDB e o jeito do Governador Geraldo Alckmin administrar, passou por bons bocados e foi firme e conseguiu. Mas cada um tem o seu jeito, nós temos o nosso, o nosso jeito é diferente e queremos achar uma fórmula para que as pessoas se sintam ainda mais donas do governo de São Paulo. Temos que garantir que as meninas e meninos tenham mais oportunidades. Nunca teremos um pais justo se as pessoas não tiverem oportunidades. Temos as melhores universidades do Brasil aqui. A USP, Unicamp, Unesp, as Fatecs é super bacana, mas infelizmente não são para todos, não é todo mundo que consegue entrar lá, então vamos encontrar mecanismos para que todos tenham a mesma oportunidade”, revelou o vice-governador Marcio França (PSB).

Nova sede do PSB

Marcos Michels, governador Márcio França e Gilsinho, filho do ex-prefeito Gilson Menezes

Gilson Luiz Correa de Menezes Júnior, o Gilsinho, filho do ex-prefeito Gilson Meneses representando seu pai, levou a ficha para que Márcio França assinasse e fizesse a filiação do seu pai que representou a volta do ex-prefeito para o partido. “É uma data muito especial porque me faz lembrar quando eu ainda era candidato a vereador. Então na época o Gilson Meneses colocou na cabeça de montar essa sede que cabia todos em uma sala bem menor, mas o ex-prefeito Gilson estava prevendo o futuro, de que um dia iria juntar todos nessa proporção e grandeza que somos hoje e que mal caberia nessa nova sede”, disse o vice-governador.

Logo após foi inaugurada a sede com todos os candidatos eleitos pelo partido na cidade desde a fundação, e seus presidentes que passaram por todos esses anos. O atual presidente do partido Marcos Michels elogiou e sentiu a confiança que o PSB vem conquistando na cidade e também em nível nacional. “Foi um sucesso, visto a quantidade de pessoas, de vereadores de outros partidos, a presença do vice-governador Márcio França, o deputado estadual Caio França, Aldo Rebelo. Então eu vejo a importância do PSB em Diadema. Hoje o olhar esta todo voltado para o PSB vamos trabalhar para fazer com que cresça ainda mais”, concluiu Marcos.

Inauguração oficial com fotos dos políticos eleitos pelo PSB na história do partido em Diadema